15 janeiro 2007
MINHA VIDA EM UATI. ( XII )

A BIOGRAFIA DE LORD SARUBIANO.
.

Com o culto clandestino ao DEUS BÓLLOR se intensificando no BANKSFONIUM, a sanha fanática dos seus praticantes chegou a um nível tal que, a população daquele posto fronteiriço, caiu para menos da metade.
.
Cada vez mais robotizados, os trabalhadores sobreviventes, sofriam com o surgimento ou o agravamento de lesões físicas e mentais; causadas pela excessiva e desumana carga de trabalho. Eram obrigados a trabalharem além do normal durante a semana e, pela falta de mão de obra, nos finais de semana e feriados, as escalas de trabalho ficavam mais próximas. Praticamente eliminando o descanso das pobres almas. Muitos não resistiram e caíram. Lesões musculares, auditivas, nervosas, problemas mentais, enfim; toda sorte de males.
.
Com a situação alarmante e o ataque cada vez maior dos impérios concorrentes, a Família Real de UATI, se viu forçada a tomar providências e banir (de uma vez por todas) aquele culto maldito.
.
Resolveu executar uma intervenção no BANKSFONIUM e inseriu um indivíduo para contrabalançar o poder de CELSIUM AZULISSA. Um nobre das altas castas, mas que havia emergido do lodo social das classes inferiores de UATI. Sabedor dos mal tratos e sofrimentos de seu povo. Um homem dotado de sensibilidade e autoridade. Um homem íntegro que abominava o culto ao Deus maldito e as execuções sumárias e sem sentido. Seu nome era:
.

ROKIOS IUNIUS.

.
Rokios Iunius, eram um homem habituado a desafios. Escolhido por EGYDIUM I para exterminar os sacerdotes de BÓLLOR e limpar o BANKSFONIUM daquela corja maldita. Ele apresentou-se ao povo e baniu Celsium Azulissa, Cézare Oasnus, Torbérius Cottonet bem como a cruel feiticeira Ardéias (a espiã de Celsium) para uma área isolada do posto. Recolhendo algumas almas que seriam sacrificadas ao Deus BÓLLOR ou executadas; Rokios formou uma unidade especial que iria operar no restante do BANKSFONIUM.
EGYDIUM I esperava com isso, que os praticantes do culto extinguissem a si mesmos ou, amedrontados pelo fortalecimento e crescimento da nova unidade, debandassem para áreas remotas de UATI.
.
Contudo, Celsium, não se dava por derrotado. Fazia de tudo para sabotar a autoridade de Rokios e procurava causar o maior estrago possível no moral da nova unidade. Tinha prazer especial em noticiar as mortes em outras regiões de UATI e o crescimento do culto ao seu Deus perverso por toda à parte. Nisso ele estava certo.
Hoje sabemos que o próprio EGYDIUM I, adotou os preceitos de BÓLLOR e tornou-se um fanático fundamentalista e seu maior sacerdote. O culto ao benevolente OLAVUS MAXIMUS, está praticamente esquecido.
.
O final de minha era no BANKSFONIUM se aproximava. Sabia que, se não conseguisse escapar, seria apanhado pelos membros das "SS" ou da guarda pessoal de EGYDIUM I. A resistência tinha informes seguros de que eles conheciam minha nova identidade e que apenas esperavam o momento certo de me assassinar.
.
Um outro agente, abriu a oportunidade de uma nova fuga para uma área recentemente repovoada (após um expurgo quase total). Lá haveria a chance de uma nova vida. A esperança de encontrar um lugar seguro, onde pudéssemos viver em paz e realizarmos nosso trabalho de forma mais humana.
.

A UATIKREDIS.


Marcadores:

 
posted by Lord Sarubiano at 3:54 AM ¤ Permalink ¤


3 Comments:


  • At 1/15/2007 10:09:00 AM, Anonymous Anônimo

    Essa sua Pseudo-ficção é muito inteligente e retrata de uma maneira lúdica e engraçada a realidade de alguns habitantes de UATI. Parabéns !

     
  • At 1/15/2007 01:12:00 PM, Blogger Negresco Envenenado

    Muito interessante o texto, e as imagens tb.

    Vou linkar no meu blog esse endereço,ok?


    flw

     
  • At 1/15/2007 01:24:00 PM, Anonymous Anônimo

    Uau isso que eu chamo de criatividade, muito interessante parabéns mesmo, vou continuar acompanhando :]