17 outubro 2006
A PREVIDÊNCIA SOCIAL EM UATI. ( I )

Em UATI, como em todos os lugares, existe a "PREVIDÊNCIA SOCIAL".

Mas, existe uma diferença básica: Nos outros lugares, quando você tem um problema de saúde qualquer, deve comparecer a uma unidade da previdência mais próxima de sua casa. Em UATI, mesmo que você more nas áreas mais remotas do país; deve apresentar-se em um único posto no centro da cidade (A CAPITAL). Lá uma equipe "treinada" de médicos "competentes", trabalha de "maneira incessante" para atender a todos os trabalhadores de UATI e de outros sistemas financeiros.

Os trabalhos começam na identificação dos trabalhadores: Um atendente chega e pergunta: "-Você é de UATI?"

Imediatamente, você é levado para uma sala onde outros uatianos estão esperando por várias horas e, (levando seus exames, laudos médicos particulares e outros documentos) é levado à presença de um "MÉDICO PERITO".

Até aí, tudo certo, é assim em qualquer lugar. Mas, naquele pequeno gabinete acontece uma "mágica".

Os exames que demonstram, sem sombra de dúvidas, que você está gravemente doente ou seriamente lesionado; nem sequer são olhados pelo "PERITO". Laudos médicos, então?!?!? Nem sequer saem da pasta. (Para que? Se os outros médicos não são "PERITOS"?)

Se você tem uma doença profissional ou lesão por trabalho excessivo, isto (automaticamente) passa a constar como coisa comum não ligada ao trabalho. Será por que se fosse ao contrário (como a lei determina), você ganharia estabilidade no emprego e a Família Real de UATI e as outras Realezas teriam os custos operacionais destes trabalhadores afastados aumentados enormemente??

Um dispositivo legal internacional proíbe a dispensa (sem justa causa) desses trabalhadores, além de punir as Famílias Reais com pesadas multas e o recolhimento de taxas e impostos durante todo o período de afastamento daquele trabalhador. Além disso, ao retornarem do afastamento e não tendo condições de trabalharem na função que exerciam antes, eles são obrigados a bancar cursos e reabilitação para os incapacitados. Se for impossibilitada a reabilitação, o funcionário deverá ser mantido no quadro da empresa até sua aposentadoria por tempo de serviço (sendo vedada a demissão sem justa causa).

Não é de se estranhar, então, que "PERITOS" altamente "CAPACITADOS" e "TREINADOS", façam a mágica acontecer...

EGYDIUM I, afirma que isto é normal. Pois o posto único é fruto de um "CONVÊNIO" entre os sistemas financeiros dos países com a "PREVIDÊNCIA SOCIAL INTERNACIONAL"; e visa a "agilização" dos processos. O "curioso", é que o trabalhador NÃO tem acesso a nenhuma documentação desse trâmite (apesar das normas da previdência assim garantirem.).

.

A "MÁGICA" QUASE ACONTECEU COMIGO...

.

(CONTINUA)...


Marcadores:

 
posted by Lord Sarubiano at 8:14 PM ¤ Permalink ¤


2 Comments:


  • At 10/18/2006 09:51:00 PM, Anonymous cristal

    Olha serei muito sincera,rsrsrsrs vim pela comunidade amo meu blog,mais adorei seu blog,nossa me diz apenas uma coisa,mais seja sincero ok?Esse perfil é gozação pura não é não?Meu é quase impossivel de acreditar nisso rsrsrs e eu como sempre li seu post super bem escrito e interessante confesso que não achei que chegaria ao fim e espero a continuação.Agora essa da empresa ter de bancar um funcionário incapaz de trabalhar até a aposentadoria poderia colar aqui no Brasil concorda?Seria ótimo rsrsrsr pena que aqui a triagem seria bem pior do que lá no teu UATI.beijocas e parabéns pelo blog muito bom mesmo.

     
  • At 10/19/2006 02:09:00 AM, Blogger Lord Sarubiano

    Mandei uma resposta no seu blog (apenas mais um dia).
    Obrigado pelo comentário.